Adeus, meu amor.

22:56

      

Recebi hoje a tua última carta... Sim, a tua última carta. Vou mudar-me e esta vai deixar de ser a minha caixa de correio.
A partir de hoje não me vais encontrar mais aqui. Preciso disto, sabes? Preciso de mudar de ares, de conhecer novas pessoas e de passar por novas experiências. A paragem por aqui já deu tudo o que tinha a dar.
Já fiz as minhas malas... Roupa, objetos pessoais, a tralha habitual... tudo, está tudo lá, inclusive as nossas cartas... Mas eu não preciso delas. Sei cada uma de cor, palavra por palavra. Elas estão guardadas em mim, nas minhas memórias, e nunca vão ser retiradas de lá, isso te garanto.
Parto hoje, daqui a umas horas, depois de te levar esta carta. Não paro de pensar na tua reação ao leres isto... Provavelmente quando estiveres a ler esta mesma frase, já estarei na minha longa caminhada para o meu novo destino. Eu sei que tu vais ficar bem, tu és forte e sabes cuidar de ti, sempre me deste provas disso! 
Eu não faço planos, tu sabes disso, por isso não sei para onde irei depois. É esquisito irmos perder o contacto assim, mas sei que agora é o melhor.
Pode ser que daqui a uns anos nos cruzemos nalgum lado, nalguma rua ou até nalgum sítio onde já tenhamos estado juntos, nunca se sabe... mas não seria por acaso, pois não? 
Tu vais ser feliz... e eu também! Trata bem de ti, faz-me esse favor.

You Might Also Like

8 comentários